• Tony Veríssimo

Saiba o porquê de Sérgio Moro não investigar Cunha, Aécio e Temer!



Para o site Implicante.org, essa é sem dúvida uma das maiores indagações dos defensores do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Afinal, por que razão o juiz federal Sérgio Moro, se detém tanto ao ex-presidente e não ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), o presidente do PSDB, Aécio Neves, como também ao atual vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), que rompeu com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) neste último dia 29 de março de 2016?

A questão é simples, alguns fazem esse questionamento ou por desconhecimento ou por má-fé, até porque não tem muito o que ser feito. Mas o contingente que suscita tal tópico com honestidade, cabe esclarecer os dois pontos chaves:

1) Sérgio Moro não investiga, ele julga. As investigações cabem ao MPF (Ministério Público Federal), auxiliado pela PF (Polícia Federal). O que o juiz Moro decide ou determina têm raízes em pedidos formulados pelos procuradores.

2) O deputado Eduardo Cunha, o senador Aécio Neves, o vice-presidente Michel Temer e também a presidente Dilma Rousseff, como seus ministros não são julgados (e não investigados, portanto) por Sérgio Moro porque eles têm foro privilegiado, garantido pela Constituição Federal. Sendo assim, esse papel caberia ao Procurador Geral da República (PGR), Rodrigo Janot, ou ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Os tempos atuais exigem esse tipo de explicação. Um pouco pela miríade de fatos e notícias que pega muitos de surpresa, outro tanto pela má-fé de quem prefere fazer política dessa forma.

#SergioMoro #Lula #Aécio #Temer #Dilma #EduardoCunha #investigação

1 visualização

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados