• Tony Veríssimo

Dos 38 deputados que votaram contra o impeachment de Collor, 37 nunca mais se elegeram, afirma PMDB!



Seria a maldição ou um conscientização da população? Seja como for, o PMDB através de uma nota em seu twitter oficial @PMDB Nacional fez questão de relembrar o famoso caso do impeachment de Fernando Collor de Melo de 1992, onde dos 38 deputados que votaram a favor do ex-presidente, 37 não conseguiram mais se reeleger. O único que conseguiu manter a carreira política eleitoral foi Roberto Jefferson, mas ele acabou preso devido ao Mensalão.

Se está certo ou errado esse número, ninguém ainda contestou. O conteúdo divulgado é o seguinte (foi originalmente dividido em quatro postagens):


“Vale lembrar que: Dos trinta e oito deputados que votaram contra o impeachment do Collor em 1992, trinta e sete não se elegeram mais, nem para sindico de prédio. Fica o lembrete aos nossos caros deputados. Apenas Roberto Jefferson se reelegeu que depois foi condenado a prisão por crimes no mensalão! Hoje solto por perdão natalino! Ensinamentos da história para os nossos deputados! #UnidosComBrasil

Seria, de fato, uma espécie de MALDIÇÃO sobre quem fica ao lado de um governo impopular? Os dados, afinal, são mesmo verdadeiros? Em caso positivo para as duas premissas, a coisa é mesmo aterradora.


2 visualizações

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados