• Tony Veríssimo

Desde a criação do PAC, apenas 16,8% das obras foram concluídas



Programa não acelerou o crescimento da economia, mas os custos das obras aumentaram quase 50% entre 2010 e 2014.

Um estudo feito pela Inter. B Consultoria demonstra que os governos Lula e Dilma conseguiram concluir apenas 16,8% das mais de 29 mil obras incluídas nos PAC 1 e PAC 2 desde o lançamento do programa. Com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PAC executou 9,3% de 16.542 ações até 2010. Sob o comando da “mãe do PAC”, a presidente Dilma Rousseff, o índice de execução subiu para 26,7% até o fim de 2014. No entanto, de cada dez obras do PAC 2, seis são “herança” do PAC 1.

Além da ineficiência, impressiona o aumento nos custos das obras: em média, os orçamentos subiram 49% entre 2010 e 2014. Alguns dos projetos mais importantes tiveram sobrepreços estratosféricos, como a dragagem do Porto de Santos (300%) e a Linha 1 do metrô de belo Horizonte (839%).

Pode-se assim concluir que houve uma significativa ineficiência no que tange à aplicação dos recursos nas obras do PAC de infraestrutura. Uma vez que grande parte das obras do PAC 1 teve continuidade com o PAC 2, é possível inferir que os projetos sofreram de modo geral atrasos sistemáticos, implicando na baixa execução do programa. Além disso, chama atenção a recorrente revisão de custos de algumas obras”, afirmam os economistas Cláudio Frischtak e Julia Noronha, que coordenaram o estudo.

#Pac #Dilma #Lula

3 visualizações

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados