• Tony Veríssimo

Presidente da Câmara de Montadas, comprou celular Moto G 3 com recursos do Legislativo



Conforme o empenho 136 de 21 de agosto de 2015, o então presidente da Câmara Municipal de Montadas, Ramalho Antônio de Souza (PSB) comprou com recursos do Legislativo, um celular Moto G 3 TX 1532 por R$ 929,01.

Essa não é a primeira vez que o presidente da Casa Legislativa realiza gastos desnecessários, exorbitantes, polêmicos e para benefício próprio.


Conforme os dados do SAGRES/TCE, entre 2011 e 2012, a Câmara Municipal de Montadas teria realizado gastos de mais de R$ 25,7 mil referente a supostas aquisições de toner’s e cartuchos para impressora. O intrigante é que analisando o modelo da impressora pertencente ao legislativo e o preço do cartucho na época (R$ 60,00), tal valor seria o suficiente para comprar quase 430 cartuchos, o que seria capaz de realizar entre 1.070.970 – 1.286.650 impressões, ou seja, o equivalente a mais de 2.573 resmas, ou ainda, o equivalente a mais de 6,7 toneladas de papel. Seria tanto papel que daria basicamente o peso de quase 8 carros modelo FIAT UNO MILLE, o intrigante é que todas as cópias referentes aos projetos de lei já eram encaminhadas pelo Executivo.

No início de 2015, quando o mesmo veio novamente a ocupar a presidência da Câmara Municipal de Montadas, ele efetuou gastos de mais de R$ 3,1 mil em uma festividade realizada apenas para inaugurar a mobília da Casa Legislativa. Já no início de 2016, a Mesa Diretora presidida pelo mesmo, realizou uma sessão para distribuir aos demais vereadores presentes como: broches, chaveiros e carteiras, os quais custaram aos cofres públicos R$ 1.260,00. [Saiba mais]

Além dos gastos desnecessários e onerosos, existe o fator da Câmara Municipal quase não realizar sessões durante o ano, além de ter um recesso parlamentar de 139 dias, o que custa aos cofres públicos mais de R$ 234,6 mil ao ano. [Saiba mais]

Recentemente o vereador oposicionista Cássio Martins Avelino (PSD), protocolou na Câmara Municipal, um projeto de lei que visa reduzir o recesso parlamentar de 139 para apenas 36 dias durante o ano, contudo, o presidente Ramalho até então não encaminhou o respectivo projeto as devidas Comissões Permanentes. [Saiba mais]

Outra polêmica veio a ocorrer no dia 26 de abril, onde o presidente Ramalho Antônio de Souza, decidiu reduzir o horário de funcionamento da Câmara Municipal, encerrando assim as atividades pelo horário da manhã. [Saiba mais]

Críticas negativas de como o presidente Ramalho Antônio de Souza veem conduzindo os serviços da Câmara Municipal de Montadas, existem tanto da oposição como da situação. Para a população a Câmara de Montadas veem a cada dia perdendo a sua credibilidade, chegando ao ponto de ser taxada de ‘picadeiro de circo’ visto os diversos episódios que eventualmente veem ocorrendo na Casa Legislativa.


#presidente #Câmara #2015 #Ramalho #Celular

2 visualizações0 comentário

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados