• Tony Veríssimo

Faltam 231 mil vagas no sistema prisional, porque metade dos presos não foram julgados



A crise no sistema carcerário brasileiro teve um estopim nos últimos meses, com rebeliões entre facções distintas que culminaram na morte de mais de uma centena de presos em ao menos três estados brasileiros.

De acordo com o Ministério da Justiça, faltam 231 mil vagas no sistema prisional do país. Para o mesmo relatório realizado pelo ministério, boa parte da explicação está na manutenção de presos que sequer foram julgados.

Casos de presos que estão há 90 dias ou mais na prisão e não tiveram o julgamento realizado são comuns e em mais de um terço dos presídios brasileiros este número chega a ser maioria.

No caso do Ceará, por exemplo, 99% dos presos estão há mais de três meses à espera de um encerramento para os seus processos.

O resultado de tanta superlotação é que, na maioria dos estados, a taxa de homicídios dentro de presídios chega a ser 10 vezes maior do que nas ruas. Cadeias inseguras e onde o Estado não tem condições de assumir o controle, tornam-se por sua vez um território livre para as chamadas escolas do crime.

#criminalidade #presídios #homicídios #sistemaprisional #presos #presídios #bandidos

3 visualizações

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados