• Tony Veríssimo

Bolsonaro implantará '3º turno' nas UBSF's. Atendimento deve ir até às 22h

Atualizado: 31 de Mar de 2019

O Ministério da Saúde pretende alterar o modelo atual de organização de equipes de unidades de saúde na tentativa de criar um “terceiro turno”. A mudança faz parte de um novo projeto apresentado nesta quinta-feira (28) pelo Ministério da Saúde e aprovado em reunião com secretários estaduais e municipais de Saúde.


O Governo Bolsonaro deseja ampliar o funcionamento nas Unidades de Saúde até às 22h, ao invés das atuais 17h. No entanto, inicialmente, a mudança não se estenderia a todas as unidades básicas de saúde, valendo para as municipalidades maiores e capacidade de atendimento. A adesão também deve ficar a cargo dos municípios.


O objetivo é ampliar o acesso a essas unidades e diminuir a superlotação de UPAs (unidades de pronto-atendimento) e de prontos-socorros em hospitais. Com a ampliação, casos menos graves seriam redirecionados às unidades de saúde.


As mudanças fazem parte de um novo programa que se chamará Mais Saúde da Família. O "terceiro turno" deve ser iniciado em abril deste ano, conforme informado pelo secretário de Gestão Estratégica e Participativa do ministério, Erno Harzheim, que coordena o projeto. 


O presidente do Conasems (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde), Mauro Junqueira, porém, estima prazo maior, de até 60 dias.


Para garantir o atendimento o Governo Bolsonaro pretende aumentar o financiamento e o número máximo de equipes por unidade de saúde, que passaria de três para seis. Neste ano, o impacto do programa seria de R$ 150 milhões, mas para os anos seguintes, o valor é calculado entre R$ 500 milhões a até R$ 825 milhões, a depender do número de adesões dos municípios.


133 visualizações

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados