• Tony Veríssimo

FAKE NEWS: Lula não foi escoltado por um agente norte-americano da SWAT


Alguns veículos progressistas declaradamente de Esquerda como a dita Revista Fórum e Brasil 247, publicaram matérias com títulos tendenciosos como se agentes americanos da SWAT tivesse escoltado o ex-presidente Lula, de Curitiba à São Paulo, para que esse participasse do velório do neto, Arthur, de 7 anos.


Na verdade o agente na imagem trata-se de Danilo Campetti, agente da Polícia Federal. Ele é professor de armamento e tiro, e Segurança de dignatários da PF, além de ter capacitação para pilotar helicópteros. Ele pertence ao Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal, em São Paulo, desde 2009, podendo atuar em qualquer parte do Brasil. Danilo também passou pelo Curso de Ações Táticas (CAT) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) em 2010.


Danilo também participou de um curso de treinamento tático do Departamento de Polícia do Condado de Miami-Dade, na Flórida, no Estados Unidos, voltado para a formação e capacitação de agentes, que integram equipes especiais de resposta (SRT), mais comumente conhecido por lá como SWAT. Essa espécie de intercâmbio para treinamento de agentes de segurança em outros países é extremamente comum, principalmente entre aqueles que realmente dedicam toda uma carreira nesse sentido e buscam constantemente por qualificações profissionais.


Assim, a razão pela qual Danilo carrega no uniforme do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal os brevês do próprio GPI, do CAT/PCERJ, e da SWAT em Miami, é justamente para exibir suas qualificações profissionais como agente de segurança pública.


Da mesma maneira que o agente federal, estava presente na escolta do ex-Presidente Lula, o mesmo também já participou de ações na proteção do atual Presidente da República Jair Bolsonaro, conforme pode ser observado pelo seu perfil no instagram:




300 visualizações

Siga o Eu Sou Azul

Tony Veríssimo

Post em destaque

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados