Hospital Municipal de Montadas

Deputado Evaldo Gonçalves de Queiroz

O Prefeito José de Arimatéia (1993-1996) apenas com 06 meses de sua primeira administração, apresentou em junho de 1993 o projeto para a Construção do Hospital Municipal de Montadas que teve suas obras iniciadas em novembro do mesmo ano, com recursos consignados no orçamento da União, através da uma emenda do então Deputado Evaldo Gonçalves de Queiroz. Tendo uma área coberta de 2.000m², dividido em 03 blocos, sendo um clínico, um para internações e um para procedimentos cirúrgico, com capacidade para 25 leitos, arquitetado em uma planta padrão da FNS - Fundação Nacional de Saúde.

 

Nos exercícios de 1994, 1995 e 1996, foram inseridas emendas orçamentárias no orçamento da União, sendo sumariamente cortadas pelo Governo Federal nos três anos consecutivos.

 

Devido à falta de liberação de recursos a obra chegou a paralisar por algumas vezes e sendo descriminada pela oposição como um ‘elefante branco’. Entretanto, ao final de 1996 o prefeito José Arimatéia deixou o primeiro bloco com 95% das suas obras prontas, o segundo com 65%, e o terceiro com 50%. A obra do Hospital Municipal de Montadas foi tão bem planejada que neste mesmo ano ela constava  como 4ª prioridade do Programa de Financiamento do Banco Mundial, no Estado da Paraíba, sendo infelizmente modificada pela Secretaria da Saúde do Estado, caindo para a 64ª posição de prioridades.

 

O prefeito Lindembergue Souza Silva (1997-2000) manteve o andamento das obras com recursos próprios, mas devido às dificuldades financeiras a mesma sofreu mais uma paralisação. Entretanto, no ano de 1997 o orçamento da União passou a conter uma emenda do Deputado Álvaro Gaudencio Neto, que reacendeu as chamas da esperança dos montadense em ver o prosseguimento da tão sonhada obra, vinda a ser inaugurada em 1998.


A Obra idealizada e iniciada pelo Prefeito José de Arimatéia (1993-1996) e concluída pelo Prefeito Lindembergue Souza Silva (1997-2000) têm estruturas físicas de um Hospital, todavia, ao longo dos anos nunca recebeu recursos estaduais ou federais para que o mesmo fosse implantado definitivamente. Assim sendo, desde de sua inauguração o Prédio Público conhecido popularmente como Hospital Municipal de Montadas funciona como Unidade de Saúde da Família, comportando dois PSF's: PSF I - Paulo de Souza e PSF II - Severina de Araújo Souza nos Blocos I, II e parte do III, visto que parte do III Bloco comportava o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS durante os anos de 2007 a 2012.

(Clique na imagem para ampliar)

Obras da Unidade de Saúde da Família

Obras da Unidade de Saúde da Família

Durante a primeira Gestão do prefeito José de Arimateia Souza é iniciada não só as obras do Ginásio Municipal Poliesportivo Antonio Veríssimo de Souza - O VERISSÃO, mas simultaneamente as obras da Unidade de Saúde da Família.

Prefeito José de Arimateia Souza

Prefeito José de Arimateia Souza

O Prefeito José de Arimateia Souza vai pessoalmente inspecionar os avanços nas Obras da Unidade de Saúde da Família, conferindo o andamento e vistoriando as partes que devem ser implementadas.

Recepção

Recepção

Andamento das obras do setor de Recepção a parte da Entrada de nº 1.

Corretor de Administração

Corretor de Administração

Parte dedicada a parte administrativa da Unidade de Saúde da Família.

Banheiro Central

Banheiro Central

Na entrada principal encontra-se um dos diversos banheiros da unidade de saúde.

Recepção nº 2

Recepção nº 2

A Recepção de Número 2 é localizada no Bloco III da Unidade de Saúde, tendo como opção alternativa de entrada o portal III ao Oeste.

Janelas

Janelas

Colocação de Janelas das diversas salas de atendimento.

Jardim

Jardim

Espaço interno dedicado a um das áreas dedicas aos Jardins da Unidade de Saúde.

Recepção Central

Recepção Central

Corredor I e Recepção Central, visualizados da Entrada de Nº 2.

Corredor III

Corredor III

O Corredor de Nº III é localizada no Bloco 3. Local de 25 leitos.

Vistoria

Vistoria

O prefeito José de Arimateia juntamente ao lado do vice-prefeito Antonio Veríssimo de Souza e demais autoridades políticas e da imprensa na entrada de nº 2, após vistoriarem o andamento da Obra.

Posto de Saúde Severina de A. Souza

Posto de Saúde Severina de A. Souza

Em 1998, o prefeito Lindembergue Souza Silva, ex-prefeito e idealizador da Unidade de Saúde da Família, José de Arimateia Souza e demais autoridades, comunicam aos funcionários do Posto de Saúde Severina de Araújo Souza a mudança para uma área maior e mais bem preparada para atender a população.

Projeto orçamentário

Projeto orçamentário

Após paralisações nas obras por falta de carência de convênios, o então novo prefeito Lindembergue Souza Silva (1997-2000) ao lado do ex-prefeito José de Arimatéia Souza, então secretário-geral de sua gestão vão a Brasília e por intermédio do Deputado Federal Álvaro Gaudêncio Neto, buscam convencer as autoridades competentes em investir na obra.

Projeto Orçamentário

Projeto Orçamentário

Após aprovação do projeto orçamentário, as obras puderam seguir durante a gestão do prefeito Lidembergue Souza Silva (1997-2000).

Vistoria II

Vistoria II

Ex-prefeito Arimateia, prefeito Lindembergue e demais autoridades políticas e de imprensa acompanham a última vistoria a Unidade de Saúde da Família. Prédio concluído necessitando apenas dos equipamentos para ativação do mesmo.

Cozinha

Cozinha

Após a Conclusão do I e II bloco do Hospital Municipal de Montadas destinado ao atendimento ambulatorial e administrativo foi concluído, estando em condições de receber equipamentos para o atendimento ambulatorial e clinico, bem como a parte administrativa. na imagem vistoria da cozinha, observando as instalações: elétrica, hidráulica, sanitária, inclusive caixa d’água, cisterna, caixas de passagens e fossa séptica.

Entrada 3

Entrada 3

Após analisarem as dependências da Unidade de Saúde, as lideranças deliberam sobre a mesma. Após o equipamento dos dois bloco concluídos, passou a se fazer os primeiros atendimentos ambulatoriais, clínicos, odontológico, tratamento preventivo, acompanhamento de gestantes, parturientes, gestantes, combater a desnutrição infantil, epidemias e mortalidade infantil, combater ou eliminar doenças evitáveis por vacinas, a exemplo de sarampo.

Final da vistória

Final da vistória

Após as conclusões da Obra e instalação dos equipamentos fundamentais de funcionamento, a Unidade de Saúde da Família passou combater com maior eficácia a difteria, coqueluche, tétano, tuberculose, hepatite B, febre amarela, caxumba e rubéola. Garantindo a população mediante a vacinação o combate e orientação e prevenção das doenças.

Saída

Saída

A Unidade de Saúde da Família tem estruturas de um Hospital, mas devido a ausência de maiores investimentos Estaduais e Federais a mesma comporta apenas Os PSF I - Paulo de Souza e PSF II - Severina de Araújo Souza.

Placa de Inauguração

Placa de Inauguração

O prefeito Lindembergue juntamente com o secretário-geral José de Arimateia dispensaram maiores formalidades de inauguração, simplesmente resolveram transferir os PSF I e II para a nova estrutura e disponibilizar os serviços.

Unidade de Saúde

Unidade de Saúde

Ano 2000

Unidade de Saúde

Unidade de Saúde

Ano 2012

© 2014-2020 EuSouAzul.com

Todos os direitos reservados